Proteína suPAR no sangue prediz doença renal crônica antes de sua manifestação

Pesquisadores alegam ter descoberto um sinal de alerta precoce para a doença renal crônica. Eles descobriram que os níveis de uma proteína comum no sangue sobem meses ou até mesmo anos antes da doença se desenvolver.

Níveis da proteína suPAR (Receptor Solúvel de Plasminogênio Ativador  de Uroquinase) podem ser achados por meio de um simples exame de sangue. E os resultados podem prever com segurança o risco de uma pessoa desenvolver doença renal crônica até cinco anos antes que ela comece a causar danos, relatam os pesquisadores.

Os pesquisadores avaliaram os níveis de suPAR e da função renal em 2.300 pessoas, e as acompanharam por cinco anos. Durante esse tempo, eles descobriram que 40% dos participantes com níveis elevados de suPAR, que não tinham nenhuma doença renal conhecida, desenvolveram doença renal crônica, em comparação com 10% das pessoas com baixos níveis de suPAR.
Os pesquisadores também descobriram que os níveis de suPAR previram o declínio da função renal em pessoas com doença renal diagnosticada em estágio inicial.

O estudo foi publicado online no New England Journal of Medicine. “suPAR promete fazer para a doença renal o que o colesterol tem feito para a doença cardiovascular”, disse o autor sênior do estudo Dr. Jochen Reiser, do Chicago Medical Center.
Pessoas com altos níveis de suPAR podem ser aconselhadas sobre as medidas que precisam ser tomadas para se prevenir a doença renal, assim como as pessoas com níveis elevados de colesterol são orientadas a fazer mudanças de estilo de vida e medicamentos são prescritos para reduzir o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, explicou o médico.
FONTE: Labnetwork

Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário