TÉCNICAS DE BIOLOGIA MOLECULAR 4 - RT-PCR

Fique por dentro das aplicações e passos da RT-PCR (Reação da Trasncriptase Reversa seguida de PCR)

Depois de conhecer um pouco de como funciona a PCR, chegou a vez de aprendermos sobre a RT-PCR.

A RT-PCR é uma reação da Transcriptase Reversa seguida de uma PCR. Ela difere da PCR comum por nao utilizar uma cadeia dupla de DNA e sim uma cadeia simples de RNA. 

Essa técnica é utilizada para a Análises de expressão gênica uma vez que analisa o RNA responsável pela síntese de proteínas. Se há uma proteína específica, é porque há DNA sendo expresso e originando mRNA para tal proteína. É também utilizado para a Detecção de retrovírus.
Vamos entender então passo a passo da RT-PCR:
1º Passo: Síntese de cDNA (DNA complementar ao mRNA) pela Transcriptase Reversa. A Transcriptase Reversa utiliza o RNA como molde para produzir um cDNA. O iniciador ( primer) utilizado pela enzima é uma sequência de timinas (T), complementar à cauda poli-A presente em mRNA eucariotos.


2º Passo: Degradação do mRNA por RNAse. Por que acontece isso? Pois a  molécula de RNA é muito vulnerável, logo é mais garantido armazenar a informação do mRNA na forma de cDNA

3º Passo: Amplificação do cDNA por PCR. Aqui acontecem todos os passos como já explicado no nosso outro post sobre PCR.
Podemos ter um amplificação total usando um primer poli-T e vários oligonucleotídeos (6 a 9 nt) que anelam aleatoriamente nas sequências de cDNA ou uma amplificação específica utilizando um par de primers especificamente designado para amplificar o mRNA (o cDNA deste mRNA) de interesse.



Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário