ANÁLISES FISICAS USADAS NA ANÁLISE DE ALIMENTOS

Conheça um pouco mais sobre as Análises físicas usadas para determinar o volume, densidade e rendimento de alimentos sólidos crus (cereais, farinhas, etc.), macerados e após a cocção.

As análises físicas e análises macroscópicas e microscópicas de cereais são amplamente usadas para a classificação dos mesmos, uma vez que a aparência externa, o tempo de cozimento, o rendimento, entre outros, são características importantes para definir a aquisição destes gêneros alimentícios, além de auxiliar na escolha de um fornecedor e da variedade de cereais e derivados que serão usados no preparo de refeições.


DENSIDADE APARENTE DE FARINHAS Há diferentes farinhas no mercado, tais como de milho, trigo, mandioca, entre outras, com propriedades bem distintas (granulosidade, textura, composição, teor de glúten, etc.). Além disso, farinhas de um mesmo cereal, como o trigo, são classificadas em: primeira, segunda, mista e integral, de acordo com o processamento e composição, também diferindo entre si em diversos parâmetros, entre eles a densidade. Desta forma, esta análise é usada na classificação e identificação de possíveis fraudes (adulterações) nestes produtos.

VOLUME ESPECÍFICO DE PÃO A farinha, fermento e demais ingredientes usados na elaboração de pães influenciam significativamente na textura e volume do produto final. Porém, para determinar o volume de um pão não se pode usar a água para medir este parâmetro, sendo necessário o uso de pequenas sementes.

Tempo de Cozimento - Determina o tempo de cozimento necessário para o alimento adquirir as características desejáveis para o produto (textura, cor, sabor, entre outros).

         Teste de cozimento – Avalia o rendimento, aumento de massa e de volume dos cereais, após o cozimento.




Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário