Por aplicativo, exame diagnostica hepatite C em apenas 2 minutos

hepatite C, doença transmitida pelo contato com o sangue contaminado, chega a matar 3 mil pessoas por ano no país. Recente pesquisa da Sociedade Brasileira de Hepatologia descobriu que 62% dos brasileiros que contraíram o vírus não sabem que têm a doença. Pode ser na manicure, pelo alicate de unha, por exemplo, ou na hora de colocar um piercing, se os instrumentos não estiverem esterilizados.
O exame para Hepatite C (HCV) da empresa OrangeLife mostra eficácia de 99,4% de precisão do teste através da leitura pela tecnologia Smart Reader (aplicativo para smartphone que permite, em tempo real, detectar importantes doenças em qualquer lugar do mundo, por meio de uma gota de sangue e a transmissão dos dados pelo aparelho).
“Com a união desses sistemas não existe dúvida e é eliminada a necessidade de refazer o exame. Essa ferramenta diminui o índice de reteste por resultados falsos-positivos ou falsos-negativos”, explica Margella Marconcine, vice-presidente da OrangeLife.
O sangue usado em transfusões só começou a ser testado para o vírus de hepatite C em 1992 e, exatamente nessa época, os cuidados com a esterilização dos equipamentos ficaram mais rigorosos. Por isso, todo mundo que tem mais de 40 anos, principalmente quem passou por uma cirurgia antes disso, deve fazer o teste.
Existe tratamento para quem tem o vírus. O Ministério da Saúde anunciou que, ainda este ano, o SUS vai oferecer novos remédios que agem mais rápido, provocam menos efeitos colaterais e elevam a chance de cura para 90%.
FONTE: LABNETWORK

Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário