O novo ramo da Biomedicina Estética

O ramo da estética tem crescido exponencialmente nos últimos anos e revelado um número cada vez maior de técnicas e tratamentos para cuidar da beleza. Porém, esta é uma área de extrema importância, que une tanto cuidados com a beleza quanto com a saúde. Assim, surgiu o ramo da saúde-estética e, dentro dele, a Biomedicina Estética. Mas você sabe o que ela é?

Conceito de Biomedicina Estética

A Biomedicina Estética é uma possível nova área subjacente da medicina. Através da comprovação científica dos procedimentos técnicos adotados, ela busca desenvolver e aplicar tratamentos para as disfunções estéticas do corpo, do rosto e para envelhecimentos fisiológicos ligados a derme e seus relacionados como tecido adiposo e metabolismo. Preocupa-se basicamente com a saúde, bem-estar e beleza do paciente em tratamento, fornecendo os melhores meios e recursos para a recuperação dos tecidos, bem como do organismo como um todo.

Área de atuação do Biomédico na Estética

Os biomédicos devem ser especializados especificamente nesta área para estarem capacitados em realizar os procedimentos estéticos. A atuação do biomédico esteta é reconhecida pelo CFBM (Conselho Federal de Biomedicina) mediante o cumprimento dos critérios necessários para obter habilitação em Biomedicina Estética.
Caso você já seja um biomédico formado e tenha interesse em atuar nesta área, você pode buscar uma pós-graduação em biomedicina estética. Ela lhe dará o título de especialista, além de se tratar de uma formação mais completa que lhe tornará reconhecido pelos seus pacientes e mercado de trabalho. Você pode buscar também realizar cursos livres, que será mais focado na prática, no atendimento dos pacientes, sendo um pouco mais restrito.
Você também pode se habilitar através da Prova de Título da ABBM, que consiste no somatório dos seguintes quesitos: cursos práticos, de 40 horas, reconhecidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, cursos livres em Biomedicina Estética e Saúde Estética, participação em Congressos em Saúde Estética e Congressos da SBBME, extensões universitárias presenciais e a distância em: Biomedicina Estética e Saúde Estética e período de experiência na área. Outra forma seria através de estágio supervisionado durante a graduação, devidamente aprovado pelo CFBM e IES.

Diferença entre Esteticistas e Biomédicos Estetas

Estes dois profissionais atuam em diferentes ramos, que são complementares e não concorrentes.
Biomédicos estetas realizam um trabalho mais direcionado a procedimentos invasivos não-cirúrgicos, como intradermoterapia, preenchimentos, microagulhas, lasers, peelings e trabalho com biotecnologias de alta potência.
Os esteticistas atuam em procedimentos corporais e faciais através da utilização de lasers frios, radiofrequência, ultrassons, peelings superficiais e outras técnicas manuais como drenagem linfática e limpeza de pele.
A Biomedicina Estética foi criada como novo ramo de especialização, pois atuar com os tratamentos estéticos confere ao biomédico uma forma de crescer e conquistar uma melhor posição no mercado de trabalho atual, buscando mais realização profissional e melhores remunerações. Existe hoje uma espécie de saturação do mercado nas habilitações tradicionais e esta é mais uma razão para os biomédicos descobrirem e investirem em novas áreas que precisam de profissionais qualificados e que tem se desenvolvido exponencialmente, como o caso da biomedicina estética.

Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário