Culpe seus genes se você é alvo preferido de mosquitos

Estudo publicado na revista 'Plos One' sugere que há componentes do DNA humano detectados pelo olfato dos insetos que tornam algumas pessoas mais atrantes do que outras para as picadas.
Se você parece atrair mais picadas de mosquitos do que as pessoas ao seu lado, culpe sua genética. Pesquisa publicada na revista Plos One sugere que há componentes do DNA que são detectados pelo olfato dos insetos e tornam alguns indivíduos mais "interessantes" do que outros.
Os cientistas tentam identificar por que alguém é atraente para os mosquitos há pelo menos uma década. Eles já descobriram que o dióxido de carbono exalado pela respiração é um excelente convite às picadas, que pessoas com sangue tipo O atraem mais mosquitos, ou que mulheres grávidas recebem duas vezes mais picadas que outras pessoas. No entanto, é a primeira vez que uma base genética para a escolha de quem os mosquitos vão atacar foi identificada.
Escolhido pelo DNA - Sabe-se que o odor corporal é um elemento fundamental para que o mosquito selecione suas vítimas. Para verificar se odores individuais, controlados geneticamente, poderiam atrair os mosquitos, a equipe de pesquisadores britânicos escolheu trabalhar com gêmeos - que podem compartilhar a totalidade de seu DNA (se são idênticos) ou só parte dele (não-idênticos).
Os cientistas selecionaram 18 pares de gêmeos idênticos e 19 de gêmeos não-idênticos como voluntários para receberem as picadas. Para testar a atração, cada um dos irmãos colocou uma mão na ponta em um tubo em Y. Na base, os pesquisadores soltaram 20 fêmeas do mosquito Aedes aegypti (o vetor da dengue) e verificaram para onde voavam. Fizeram isso repetidas vezes e controlaram fatores que poderiam confundir os mosquitos, como a alimentação de cada irmão ou as bactérias sobre a pele. Mesmo assim, os gêmeos idênticos foram igualmente atraentes para os mosquitos, ao contrário dos gêmeos não-idênticos.
Os resultados da pesquisa sugerem que os genes têm um papel fundamental para determinar o odor corporal e o quanto ele é atraente para os mosquitos. Cerca de 80% dos elementos químicos que produzem odor no corpo são determinados por componentes do DNA.
Repelentes eficazes - Os cientistas não sabem quais genes responsáveis pelo odor podem ser mais ou menos atraentes para os mosquitos, mas acreditam que o estudo deve ajudar a desenvolver repelentes ou métodos de controle mais eficazes.
"Com a investigação dos mecanismos genéticos por trás da atração de insetos, estamos mais próximos de usar esse conhecimento para desenvolver formas melhores de nos afastar das picadas e das doenças trazidas pelos mosquitos", afirma o biólogo James Logan, pesquisador da London School of Hygiene and Tropical Medicine, na Grã-Gretanha, e líder do estudo.


Fonte: Veja

Publicado por Macaco Espartano

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário