PATOLOGIA LÂMINA 09 - PRÓSTATA

Diagnóstico: hiperplasia (aumento do nº de células) prostática benigna.
Macroscopia: observa-se o órgão aumentado de volume, a superfície de corte mostra nódulos de diferentes diâmetros cujo aspecto e consistência são variáveis conforme a constituição histológica. Nos nódulos com proliferação glandular, o tecido é rosa amarelado e de consistência amolecida onde observa-se um líquido prostático saindo dessas áreas. Nos nódulos, devido ao envolvimento fibromuscular, cada um apresenta consistência dura e não há saída de líquido.
Microscopia: corte histológico de tecido pancreático exibindo alterações de caráter hiperplásico, constituídas pela difusa proliferação de unidades glandulares acinares, estas revestidas por epitélio livre de atipias (exclui câncer). O estroma conjuntivo muscular mostra-se hipertrofiado e envolve as glândulas de forma concêntrica, sugerindo multinodularidade.
Manifestações clínicas: estão relacionadas à compressão da uretra com dificuldade de micção e retenção de urina na bexiga com subsequente distensão, infecção urinária e cistite (inflamação da bexiga). O paciente apresenta polaciúria, disúria e dificuldade em iniciar e interromper o jato urinário.


Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário