ATUAÇÃO DO BIOMÉDICO - EMBRIOLOGIA E REPRODUÇÃO HUMANA

Uma das áreas de atuação do Biomédico segundo o CFBM é embriologia e a reprodução humana, uma área que vem crescendo exponencialmente e atraído muitos profissionais. 


A Reprodução Humana Assistida é um conjunto de técnicas que visa a viabilização da gestação de mulheres com problemas para engravidar, e o biomédico especialista nesta área pode atuar como como embriologista.  Assim o Blog “Biomedicina Online" desvenda a área e mostra os aspectos da carreira e como fazer para ser um embriologista clínico.

O que é embriologia?

Embriologia é a ciência que estuda a formação e o desenvolvimento dos órgãos e sistemas do ser humano.  Todo organismo sofre mudanças progressivas durante sua vida. Essas mudanças são muito mais pronunciadas e rápidas nas fases mais jovens do desenvolvimento, principalmente na fase embrionária. E embora o nascimento seja um momento que marca o término de uma fase e o início de outra, não representa o fim dos processos de desenvolvimento humano. A embriologia se ocupa das transformações sofridas pelo óvulo até o nascimento. Em termos didáticos, engloba o período de gametogênese, fertilização, clivagem, gastrulação e organogênese.
Assim, cabe aos Embriologistas investigar os diversos aspectos da fertilidade, bem como a sua deficiência. Eles executam serviços rotineiros de procedimentos diagnósticos e terapêuticos embriológicas, como a fertilização in vitro (FIV), em hospitais e clínicas, comunicam-se com os pacientes sobre as opções de tratamento específicas sobre soluções de infertilidade, fertilidade e pesquisa com outros médicos, aconselhamento, enfermagem e pessoal administrativo.

Embriologistas clínicos precisam de uma compreensão teórica e prática da biologia reprodutiva humana, embriologia, infertilidade e tecnologia de reprodução assistida . Eles também precisam manter-se atualizado com as normas vigentes e legislação envolvendo esses temas. A embriologia é um campo de rápido desenvolvimento que tem visto um crescimento enorme nos últimos 20 anos

Atividades típicas de trabalho

O trabalho de um embriologista clínico pode envolver:

Ø determinar os níveis de fertilidade dos indivíduos;
Ø a coleta de óvulos e espermatozoides (gametas) de pacientes para processamento; (atividade restrita a médicos)
Ø mantendo a viabilidade de gametas e embriões, tecidos durante o processamento;
Ø micromanipulação e teste de adequação de cada gameta;
Ø preparação de gametas e do meio ambiente para a FIV e facilitação de fertilização;
Ø utilizando tecnologias de reprodução assistida (ART) para ajudar com infertilidade;

Ø 
preservação de gametas e embriões para uso futuro;
Ø cultura de embriões e criopreservação;
Ø monitoramento do desenvolvimento embrionário;
Ø seleção de embriões para transferência para as mulheres beneficiárias, de pesquisa ou outro uso pretendido e a implantação de embriões em órgãos reprodutivos;
Ø monitoramento e manutenção cryobanks;
Ø manter uma compreensão da biologia reprodutiva humana, embriologia, infertilidade e arte;
Ø ter conhecimento e cumprimento de controle de qualidade, questões éticas e regulamentos em torno de gametas e manipulação de embriões;
Ø cuidados e manutenção de equipamentos;
Ø manutenção de registos.

Cabe aos embriologistas – médicos, biólogos, biomédicos – iniciar a cultura dos óvulos e espermatozoides para a fertilização, e entregar o cateter ao médico para a fecundação do embrião. As oportunidades de trabalho incluem, além das clínicas de reprodução humana e bancos de sêmen, as instituições de pesquisa no ramo da biologia, veterinária e genética.


Como seguir a área?

Especialização na área de embriologia e reprodução humana, que pode ser feito na categoria Lato sensu e/ou Stricto Sensu ( Mestrado e Doutorado ).
Segue abaixo algumas Instituições que oferecem Cursos de Pós Graduação e Especialização na área de Embriologia e Reprodução Humana:
  • Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento – UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Patologia e Embriologia – Faculdade Evangélica do Paraná
  • Pós-graduação lato-sensu em Reprodução Humana Assistida – Associação Instituto Sapientiae
  • Reprodução Humana Assistida – Laboratorial – UniGranRio
  • Reprodução Humana Assistida Laboratorial- Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU
  • Pós-Graduação em Reprodução Humana Assistida- Unidade de Gestão e Formação

    O salário varia de R$2000,00 á R$4000,00 dependendo da experiência do profissional.
Assim concluímos mais uma matéria sobre as áreas de atuação da Biomedicina! Gostou, se interessou? Contate-nos, ficaremos felizes em ajuda-los!

FONTE: SBTE ; ANATOMIA ONLINE

Publicado por Ana Carolina Dada

Autora do Blog Biomedicina Online e estudante de Biomedicina da FURB-SC .
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário